Fale Conosco


Paróquia Nossa Senhora do Rosário de Fátima
Praça José Santana - Bairro de Fátima - Viçosa - MG - Arquidiocese de Mariana
Telefone: 31 3891-1978
Email: parfatima@yahoo.com.br

3 Comments

  1. Caro Cônego Lauro Sérgio Versiani Barbosa:

    Aqui, o prof. Antonio Carlos Ribeiro (prf. DUDU), paroquiano de Fátima.
    No domingo passado, 18/03/2018, ouvi com atenção sua homilia. Várias vezes, segundo a Bíblia Sagrada, o senhor falou que a semente plantada na terrra precisa apodrecer, para que germine e dê origem a uma nova planta. Citou o trigo, uma monocotiledônea da família das gramíneas. Parte da Bíblia é de Antes de Cristo (Velho Testamento) e outra, contemporânea, ou Depois de Cristo, acredito (Novo Testamento). Por exemplo, os Evangelhos são da era Depois de Cristo, certo?
    Naquele tempo, muitos fenômenos naturais não estavam bem compreendidos, bem elucidados. Havia muito folclore e crendices. Eram poucos os cientistas. Chegaram e crer num mundo como uma mesa. Muito depois foi descoberto que o mundo era redondo, no formato de uma laranja. Só depois apareceram os conceitos de movimentos da Terra (rotacional e translacional).
    Por volta de 1500 surgiu na Itália (Petrus di Cescêncius) o primeiro compêndio sobre Agricultura. Mas, só em 1840, na metade do século XIX, é que foram feitas muitas descobertas na Fisiologia Vegetal e na Nutrição Mineral de Plantas.
    Hoje se sabe que as sementes das plantas têm o tegumento (casca), o albúmem (reserva nutricional, primeiro sustebnto da plantinha germinada, que também nos serve de alimento) e o embrião ou gérmen , rudimernto que vai dar origem à nova planta, no processo da germinação da semente.
    Portanto, não está correto o conceito da Bíblia Sagrada, de que a semente tenha que apodrecer para germinar. Se apodrecer, certamente a podridão, que terá se iniciado pelo tegumento e/ou pelo albúmem, atingirá o embrião e “adeus viola”!
    O que realmente acontece é que a semente plantada vai entrar em contato com a umidade do solo (chuva, ou irrigação), vai se entumescer, romper o tegumento, pelo aumento de seu volume e permitir a germinação do embrião. Tanto nas monocotiçedôneas (uma só parte do albúmem, como nas gramíneas), como nas dicotiledôneas (duas bandas do albúmem), as primeiras reservas nutricionais aí estarão, no albúmem, como primeiro alimento das plantinhas recém germinadas. É como se fosse o leite materno…
    É assim que se dá. Infelizmente, o que está naBíblia Sagrada não pode ser corrigido. Mas, os conhecimentos hodiernos estão disponíveis. Basta acessar o Google para se obterem as notícias sobre os avanços científicos da Humanidade… (Ou, no caso, que se consulte um bom Engenheiro Agrônomo). Saudações, caro Cônego Lauro! prof. DUDU.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.