MENSAGEM DE FÁTIMA

Numa luminosa manhã de domingo, no dia 13 de maio de 1917, em Fátima, Portugal, no cenário bucólico da Cova da Iria, numa azinheira, apareceu Nossa Senhora, a Mãe de Deus, a três pastorzinhos: Lúcia, de 10 anos de idade, Francisco, de 9 anos e Jacinta, de 7 anos .

Naquela primeira aparição às três privilegiadas crianças, foi transmitida ao mundo uma das mais graves profecias da história, através das palavras, vindas do céu, trazidas pela Mãe de Deus, palavras carregadas de advertências, de misericórdia e de esperança.

Ali, na Cova da Iria, em Fátima, começou a maravilhosa história das aparições da Virgem de Fátima. Com efeito, Nossa Senhora pediu, aos três videntes, que voltassem, durante seis meses seguidos, naquela mesma hora, àquele mesmo lugar.

De 13 de maio a 13 de outubro de 1917, aconteceram as aparições de Nossa Senhora de Fátima. À luz do mistério da maternidade espiritual de Maria, procuremos entender a extraordinária mensagem que, de Fátima, começou a ressoar pelo mundo todo, desde aquele 13 de maio de 1917 e que se prolongou até o dia 13 de outubro do mesmo ano.

Se a Igreja aceitou, oficialmente, a mensagem de Fátima, é, sobretudo, porque aquela mensagem contém uma verdade e um chamamento que, no seu conteúdo fundamental, são a verdade e o chamamento do próprio Evangelho.

Convertei-vos, fazei penitência, e acreditai na Boa Nova”( Mc 1,15 ), foram as primeiras palavras do Messias, dirigidas à humanidade. E a mensagem de Fátima, no seu núcleo fundamental, é também um chamamento à conversão e à penitência, como no Evangelho.

O apelo à penitência é um apelo maternal e, ao mesmo tempo, é enérgico e feito com decisão. É como a mãe, que, algumas vezes, tem que ser mais enérgica, para o bem do filho. A caridade, que “se congratula com a verdade” ( 1Cor 13,6 ), sabe ser clara e firme. O chamamento à penitência, como sempre, anda unido ao chamamento à oração.

Em conformidade com a tradição de muitos séculos, a Senhora da mensagem de Fátima, indica o terço, o rosário, que bem se pode definir como “a oração de Maria,”oração na qual Ela se sente, particularmente, unida conosco. Ela própria reza conosco. A oração do terço abrange os problemas da Igreja e os problemas do mundo inteiro. Na reza do terço, recordamos os pecadores, pedindo que eles se convertam e se salvem e nos lembramos, também das almas do Purgatório.

As crianças de Fátima se tornaram as interlocutoras e as colaboradoras da Senhora da mensagem. Daí, o estilo simples da linguagem usada por Nossa Senhora, de acordo com a capacidade de compreensão infantil.

Não obstante a simplicidade do estilo, à luz do amor materno de Maria, podemos compreender toda a extensão, toda a amplitude da mensagem de Fátima. O que mais se opõe á caminhada do homem, em direção a Deus, é o pecado, é a rejeição de Deus, por parte do homem. E como, na verdade, a salvação eterna do homem, somente em Deus se encontra, poderia a Mãe, nossa Corredentora, ficar indiferente, diante do perigo que corre a humanidade, ao se afastar de Deus, pelo pecado?

Não, Maria não podia ficar indiferente e por isto veio do céu, para nos alertar, para trazer aquela mensagem de salvação, a mensagem de Fátima, que é dirigida a todos os homens e a todas as mulheres desse nosso tempo, tão conturbado, onde reina a indiferença religiosa, em boa parte da sociedade. Com efeito a sociedade anda ameaçada pela apostasia, pela degradação moral.

Procuremos, enquanto é tempo, atender ao apelo de Nossa Senhora de Fátima, através de uma conversão sincera. Nunca é tarde. Sempre é tempo, para recomeçar.

Senhora de Fátima, intercedei por nós, pecadores, agora e na hora de nossa morte, amém!

40 Anos da Paróquia de Nossa Senhora do Rosário de Fátima

No dia 13 de maio de 1975 o Arcebispo de Mariana Dom Oscar de Oliveira assinou o decreto de criação da Paróquia de Nossa Senhora do Rosário de Fátima em Viçosa. No dia 15 de junho de 1975 tomou posse o primeiro pároco, o saudoso Padre Geraldo Martins Paiva. Teve início a bela história da Paróquia que agora celebra os seus 40 anos de caminhada com Maria, a serva de Deus e da humanidade. São 40 anos de trabalho evangelizador! Desmembrada da Paróquia de Santa Rita de Cássia, a Paróquia de Fátima foi se organizando com a dedicação do Pe. Geraldo Paiva e a generosidade dos paroquianos, enquanto cresciam e se desenvolviam os bairros que a compõem. As comunidades foram se formando, os párocos, vigários paroquiais, diáconos, ministros e muitos leigos dedicados foram sucedendo-se no empenho para que se tornasse a paróquia feliz que é, na acolhida, celebração e vivência da Palavra de Deus.

Conforme a 9ª Assembleia Paroquial de Pastoral, realizada em dezembro de 2014, queremos ser sempre mais uma rede de comunidades de fé, esperança e caridade, com espírito missionário, constituindo a Comunidade Cristã como “Casa da Palavra, Casa do Pão e Casa da Caridade”. Que a Virgem Maria, Senhora de Fátima, nos ajude, com a sua oração e exemplo, a tornarmos Jesus Cristo sempre mais conhecido, amado e seguido, na edificação do Reino com a força do Espírito para a glória do Pai!

Cônego Lauro Sérgio Versiani Barbosa
Pároco

Relato Histórico da Paróquia de Fátima

chamada

Clique aqui para fazer o download de um documentário em fotos e legendas relatando alguns fatos importantes na história dos 40 anos da Paróquia Nossa Senhora de Fátima.


Documentários em depoimentos

Acompanhe abaixo um documentário rico em depoimentos, onde alguns paroquianos contam a história da Paróquia e como ela se confunde com a sua própria vida.

Paróquia de Fátima: 35 anos gerando vida, construindo o reino, anunciando as maravilhas do Senhor

Paróquia de Fátima: 35 anos gerando vida, construindo o reino, anunciando as maravilhas do Senhor

Aconteceu, no último dia 13 de maio, na Paróquia Nossa Senhora de Fátima, Viçosa- MG, a já tradicional Festa de sua Padroeira.

Neste ano de 2010, além de ter sido celebrada por centenas de fiéis esta data tão especial e marcante para toda a Igreja, foi também comemorado um marco na história da Paróquia. Ou seja, o seu aniversário de 35 anos.

A Paróquia Nossa Senhora de Fátima foi fundada em 1975 pelo então pároco Pe Geraldo Martins Paiva e desde esta data tem como objetivo principal ser uma ponte para uma profunda experiência com Deus, além de buscar atuar sempre a serviço da vida.

Como preparação para esta grande festa, houve momentos de oração nas comunidades, carreata pelas ruas da paróquia, novena preparatória nos dias que antecederam a festa. Além disso, como já é tradicional no mês de maio, houve a coração de Nossa Sra de Fátima pelas crianças e o Show cultural todos os dias depois da missa.

Especificamente no dia 13 de maio foi rezado ao longo de todo o dia na Igreja de Fátima o santo rozário e às 15 horas foi celebrada missa com unção aos doentes e idosos acima de 60 anos.

A noite do dia 13 de maio foi abrilhantada também pela banda Cantores de Deus, natural de São Paulo, que, desde o ano de 1995, tem procurado evangelizar e levar o amor de Deus por meio de sua música.

De acordo com os promotores da festa um outro motivo também muito especial para a participação de todos nesta grande festa foi o auxílio à Paróquia São João Batista, já que todo dia dinheiro arrecadado nos dias nas barraquinhas foi doado para a construção de sua sede.

Em suma, foi uma belíssima festa! garantiram todos aqueles que estiveram lá presentes e puderam participar de tudo.